1.º de Maio 1975

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) da fonte

Mostrar nota(s)

Termos hierárquicos

1.º de Maio 1975

Termos equivalentes

1.º de Maio 1975

Termos associados

1.º de Maio 1975

27 Descrição arquivística resultados para 1.º de Maio 1975

27 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

1.º de Maio de 1975

Manhã desportiva no Estádio da Luz, com um grupo de pára-quedistas do MFA, concentração na Alameda Dom Afonso Henriques, seguida de cortejo para o Estádio 1.º de Maio.

Colecção de fotografia Armindo Cardoso

  • PT / CGTPIN / CFAC
  • Fundo
  • 1975 - 1979

A colecção é composta por reportagens fotográficas, da autoria de Armindo Cardoso, de algumas actividades realizadas pela CGTP-IN e pelas estruturas sindicais associadas.
No âmbito da CGTP-IN, destacam-se as seguintes reportagens:
– 1.º Congresso da CGTP-IN, realizado entre 25 e 27 de Julho de 1975, na Fundação Calouste Gulbenkian;
– 2.º Congresso da CGTP-IN, o Congresso de Todos os Sindicatos (27 a 30 de Janeiro de 1977), incluindo os trabalhos preparatórios;
– visitas de delegações estrangeiras à CGTP-IN;
– Conferência Sindical Nacional sobre os Problemas da Mulher Trabalhadora, realizada entre 4 e 5 de Novembro de 1978, na Voz do Operário, Lisboa;
– encontros e conferências sobre a Reforma Agrária;
– Encontro Nacional sobre Problemas da Emigração, realizado em Coimbra, a 14 de Agosto de 1976;
– plenários de sindicatos;
– primeiros de Maio em várias localidades;
– manifestações;
– greves;
– conferências de imprensa;
– outras actividades.

Cardoso, Armindo

Entrevista a Américo Nunes

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.. A transcrição tem a seguinte referência: Américo Nunes (Depoimento: Lisboa, 22 de Fevereiro de 2010). Lisboa: GCTP-IN – CAD, 2010, 30 p. [dat.]. [Nunes, 2010: 3-30].. . Sumário da entrevista:. A ocupação do Sindicato de Hotelaria e a eleição da Comissão Directiva.. O 1.º de Maio de 1974.. A acção da primeira direcção do Sindicato de Hotelaria.. A Intersindical e as Comissões de Trabalhadores.. A questão da Unidade e Unicidade.. A Intersindical e a evolução da política nacional: as eleições para a Assembleia Constituinte; o 1.º de Maio de 1975 e o Verão Quente. . I Congresso da Intersindical.. O aparecimento da Carta Aberta e a Intersindical.. II Congresso da Intersindical.. As reformas legais: salário mínimo e lei da greve.

Entrevista a Armando Artur Teixeira da Silva

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.. A transcrição tem a seguinte referência: Armando Artur Teixeira da Silva (Depoimento: Lisboa, 7 de Abril de 2010). Lisboa: GCTP-IN – CAD, 2010, 30 p. [dat.]. [Silva, 2010: 3-30].. . Sumário da entrevista:. O movimento sindical no Porto: a formação das Comissões Democráticas de Trabalhadores e a organização da oposição ao Estado Novo.. O movimento sindical e o 1.º de Maio de 1974.. A Intersindical e as Comissões de Trabalhadores. . A questão da Unidade /Unicidade.. O V Governo Provisório e as suas reformas.. A Intersindical e o contexto político nacional: as eleições para a Assembleia Constituinte; o “Verão Quente” e o I Governo Constitucional.. Os sindicatos do Norte e o “Verão Quente”.. O I e II Congressos da Intersindical.. A Carta Aberta e a UGT..

Entrevista a Avelino Pacheco Gonçalves

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.. A transcrição tem a seguinte referência: Avelino Pacheco Gonçalves (Depoimento: Porto, 22 de Junho de 2010). Lisboa: CGTP-IN – CAD, 2010, 32 p. [dat.] [Gonçalves, 2010: 3-32].. . Sumário da entrevista:. Entre a militância no Partido Comunista Português e a luta dos bancários do Porto.. A mobilização dos trabalhadores bancários e a conquista do Sindicato dos Bancários do Porto (1960 a 1974).. As reuniões intersindicais dos sindicatos bancários de Lisboa, Porto e Coimbra: um dos primeiros formatos de mobilização colectiva.. Os sindicatos dos bancários e as reuniões intersindicais.. O Ministério do Trabalho e a construção do Estado Social: o salário mínimo nacional (SMN).. A questão da unidade e unicidade: uma definição também de Avelino Pacheco Gonçalves.. Entre a política e o Sindicato dos Bancários do Porto (1974 a 1975).. O trabalho na Assembleia Constituinte: a comissão de trabalhadores.. A violência política no Norte no Verão Quente.

Entrevista a José Ernesto Ribeiro Cartaxo

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.. A transcrição tem a seguinte referência: José Ernesto Ribeiro Cartaxo (Depoimento: Lisboa, 5 de Abril de 2010). Lisboa: GCTP-IN – CAD, 2010, 30 p. [dat.] [Cartaxo, 2010: 3-30].. . Sumário:. O início da actividade sindical: o contexto da corda industrial de Lisboa.. O Contrato Colectivo de Trabalho.. A luta dos trabalhadores nas empresas no imediato pós 25 de Abril: o caso da MEC.. As novas reformas legais: o salário mínimo nacional.. O Movimento Sindical e a política nacional.. A Carta Aberta.. O Congresso de Todos os Sindicatos.

Entrevista a Juvelino Ferreira Colaço

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.. A transcrição tem a seguinte referência: Juvelino Ferreira Colaço (Depoimento: Pataias, 28 de Abril de 2010). Lisboa: CGTP-IN – CAD, 2010, 22 p. [dat.] [Colaço, 2010: 3-22].. . Sumário da entrevista:. As condições de trabalho, lutas e reivindicações dos trabalhadores vidreiros antes do 25 de Abril.. A repressão e perseguição aos militantes da Intersindical.. As Comissões de Trabalhadores e as Comissões Sindicais..

Entrevista a Vitor Manuel Rodrigues Ranita

Composto pela gravação audiovisual da entrevista e a respectiva transcrição.

A transcrição tem a seguinte referência: Vitor Manuel Rodrigues Ranita (Depoimento: Lisboa, 10 de Maio de 2010). Lisboa: CGTP-IN – CAD, 2010, 20 p. [dat.] [Ranita, 2010: 3-20].

Sumário da entrevista:
A organização e luta dos trabalhadores no Porto;
A conquista da direcção do Sindicato dos Metalúrgicos por uma lista da oposição;
Organização (nacional) da Intersindical antes e depois do 25 de Abril;
As comissões de trabalhadores e a organização sindical;
O ano de 1975 e os sindicatos da Intersindical no Norte de Portugal;
A questão da unidade e unicidade;
O 1.º de Maio de 1982 e a violência.